A escolha por uma Escola com Educação Bilíngue

Eu e meu marido estudamos no exterior e por meu marido trabalhar em empresas multinacionais, além do  mercado de trabalho ser altamente competitivo, compreendemos a necessidade de dominar o …inglês , língua universal .

No início do ano passado mudamos de cidade e aí houve a oportunidade de repensarmos a escola do nosso filho, foi então que decidimos colocá-lo em uma escola bilíngue .

As dúvidas surgem: – Escolas bilíngues preparam o aluno na parte do currículo brasileiro como as outras ? Nosso filho dará conta da escola, já que seus colegas em sua maioria estudam inglês desde  educação infantil  ( ele iria para o 3 º ano) ?

Fui conversar com a diretora da escola, que já conhecia há algum tempo. Minha principal preocupação era com a adaptação dele à escola, já que  meio turno  , só falariam em inglês e teria as disciplinas de Math , ELA ( English Language Arts ) , Science , Mindlab   e Lego em inglês. A diretora levou-me para conversar com os alunos que chegaram à escola , vindo de outros países ou que estavam na escola há um ano .

plate-64269

Os alunos disseram que no começo foi difícil , não entendiam nada , mas que após um ano estavam acompanhando a turma , que os colegas ajudam e a professora também .

Então Gabriel foi para  a Maple Bear , franquia Canadense ( o Canadá é pioneiro no bilinguismo ) . Foram dias e dias de chegar em casa e acompanhar meu filho , que com muita dificuldade fazia os exercícios de English Rewiew ; eu e meu marido tivemos também certa dificuldade pois não é apenas saber falar a língua , mas dominar a forma de raciocínio de matemática , de Science entre outras coisas .  O sentimento do filho de impotência por não entender o que o professor fala , dores de cabeça diariamente , vômito etc…

flag-27003_150

Lembrei me que quando estudei no Japão foi da mesma forma .

Um fator importante nesta adaptação foi a  professora , sim uma pessoa dotada de empatia pelo outro , sabia exatamente por quais fases Gabriel passaria ; sem titubear não falou uma só palavra em Português com ele … um dia Gabriel disse : chorei na escola hoje ; perguntei  “ por qual motivo  “ e ele respondeu teacher Mel disse que “ sabe pelo que estou passando “  e me abraçou .

Algum tempo  depois …

Gabriel resolve suas lições sozinho , em julho/ 13 foi a um English Camp e não pronunciou uma palavra sequer em português , entende tudo que a professora fala , conversa com seus amigos que vieram do Japão , EUA , Colombia normalmente e em momentos em que ele vai para a casa dos amigos que falam somente inglês , diz “ mãe nem lembrava que estava falando em inglês “ ; ainda existem algumas dificuldades, porém já consideramos a língua uma etapa vencida … ao brincar com seus LEGOs , diz que é mais legal brincar em inglês … não sabe porque  .

Fazendo uma ponte ao futuro , Gabriel  está melhor  preparado para alcançar um emprego bom , concorrer a bolsas de estudo, estudar fora , comunicar-se com diversas culturas  , ser um cidadão do mundo.

E dentro do universo de coisas , escolhemos que a escola prepare nosso filho para a vida , para enfrentar os obstáculos , desenvolver habilidades e competências emocionais , não apenas cognitivas . Que seja uma pessoa íntegra , que tenha autonomia ,  atitude e que seja feliz  .

A experiência que meu filho está tendo com 9 anos me foi possível aos 30 e digo que se abre uma nova dimensão de vida .

As crianças são como esponjas , não devemos temer sofrimentos , pelo contrário, vamos trabalhar com nossos filhos para que vençam as barreiras , que sejam protagonistas , que tenham  todas as condições para realizarem tudo aquilo desejarem !

“ Sacrifícios temporários , resultados permanentes !”

 

Grande abraço  ,

foto (15)   Fabiana Faria

Graduada em Pedagogia das Matérias Pedagógicas  com especialização em Orientação  e Supervisão Educacional  pela PUC-RS. Pós –graduada pela FAPA ( RS) em Supervisão Educacional e  no Japão ( Utsunomiya University) em Métodos e Metodologias Educacionais  . MBA em Gestão de Instituições  Educacionais  .Professora  de Educação Infantil  e de formação de professores por 10 anos e  Orientadora e Supervisora em cursos de formação pedagógica e no EF2 e EM .Coordenadora Regional de escolas de sistema de ensino do Sul e Sudeste  por 6 anos. Master Trainning em PNL . Supervisora na Fundação Bradesco .

 *Texto e informações são de responsabilidade da parceira do blog.

23 thoughts on “A escolha por uma Escola com Educação Bilíngue

  1. Pingback: make money online
  2. Pingback: new alcohol rehab
  3. Pingback: new chief keef
  4. Pingback: beauty girl
  5. Pingback: Potager bio
  6. Pingback: The lead Generator
  7. Pingback: Best astrologer
  8. Pingback: Agen Bola Tangkas
  9. Hiya, I’m truly joyful I’ve found this info. At the moment bloggers publish only about gossips and disposable and this is actually frustrating. A good position with exciting gratify, this is what I hardship. Merit for keeping this website, I will live visiting it. Achieve you solve newsletters? Cant stumble on it.

  10. I like this web blog very much, Its a real nice berth to read and get info . “I look upon every day to be lost, in which I do not make a new acquaintance.” by Samuel Johnson.

  11. Pingback: LED ROI
  12. Pingback: Twitter

Comments are closed.