A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL X APRENDIZADO

 

A Inteligência Emocional é a capacidade que temos de lidar com as nossas emoções e nos processos emocionais que envolvem o relacionamento com as outras pessoas, seja no campo sentimental, social ou profissional. É possível desenvolver a inteligência emocional, o que faz dela uma habilidade, e com isso, passamos a perceber e a controlar situações intrapessoais (capacidade de lidar com as suas próprias emoções) e interpessoais (capacidade de relacionar-se com outras pessoas), e à medida que vivenciamos e aprendemos a lidar com os nossos sentimentos e os do próximo, ampliamos a nossa capacidade de controlar impulsos, que muitas vezes nos leva a tomar atitudes e decisões impensadas.

O Psicólogo Daniel Goleman, em seu livro “Inteligência Emocional”, amplia a discussão a respeito relatando que a maior responsável pela falta de êxito está relacionada à inteligência emocional. Ele rompe as barreiras quando derruba a teoria de que a inteligência obedece a fatores genéticos, ou seja, uma pessoa que apresenta um QI elevado, não necessariamente será bem sucedida.

Nós, educadores, temos o dever de desenvolver a Inteligência Emocional nos nossos alunos. É o recurso indispensável para construir as habilidades e desenvolvermos as competências necessárias. É preciso motivar, incentivar, trabalhar a autoestima, valorizar os progressos, por menor que ele seja fazer explodir potenciais e, com isso, aflorar talentos.

Experimentem vivenciar isso, será gratificante!

   Daniele Galvão

10711327_817749354942353_1622398335_n