Por que crianças morrem dentro de carros?

Por que crianças morrem dentro de carros?

 

Fiquei muito comovida em saber de duas crianças que morreram esquecidas dentro de seus carros.

 

Mas por que crianças morrem dentro de carros?

 

Fisicamente, morrem porque ficam desidratadas rapidamente o que leva a uma parada cardíaca.

 

Morrem porque foram esquecidas.

 

Sem julgamentos. Não quero que pareça julgamento, pois não é! É um fato que nos leva à reflexão. É uma tragédia a qual todos estamos sujeitos! Cérebros sobrecarregados, para sua própria proteção, tendem a deletar fatos, esquecer coisas, é uma defesa natural do organismo.

 

Mas, o que faz um pai ou uma mãe, não trocar um olhar, uma palavra, uma música com seu filho no banco de trás? Isso acontece, já aconteceu comigo.

 

A resposta é o hábito. Isso mesmo, o hábito de estar PRESENTE com seu filho.

 

Devido a grande demanda de trabalho e consumo, as famílias estão terceirizando cada vez mais seus filhos, deixando que outros cuidem e eduquem, transferindo ao outro, a responsabilidade aderente do SER pai, SER mãe.

 

As filosofias, psicologias, pedagogias e outras tantas “ias” tem incutido nas pessoas que a qualidade do tempo sobrepõe-se a quantidade. Em parte, penso que há verdade nisso, qualidade no tempo, porém, criança precisa de quantidade, precisa de muito tempo dos pais.

 

Algumas crianças não estão somente sendo esquecidas no carro, estão esquecidas na vida, isso é o mais triste!

 

E de quem é a culpa? Sinceramente não sei.

 

A sociedade exige de nós um bom emprego, que nos gere um bom salário, para consumirmos aquilo que não precisamos, para mostrar àqueles que não gostamos. Uma vida no automático que consome o valioso e intrasferível TEMPO.

 

O que realmente importa? Qual é o sentido dessa vida?

 

E quanto a nós? Não vamos esquecer nenhum filho no carro! E também não vamos esquecer nenhum filho na vida! Seria muito triste ver no futuro nossos filhos crescidos, mas mortos afetivamente por conta da nossa ausência hoje!

 

Um desabafo, uma reflexão. Sem preconceitos e sem julgamento. Apenas pensamentos!

 

Luciana Cairo

 

P.s.1 – O filme “Click” traz uma boa reflexão sobre trabalho, tempo e família. Que tal assistir esse filme em família e levantar reflexões do que pode ser mudado em casa, em sua vida? Sempre é tempo de mudança! Sempre é tempo de viver a vida que você quer!

 

P.s.2 – Se você está se sentindo sobrecarregado, se está vivendo no automático demasiadamente, se está infeliz, se está constantemente esquecido, procure ajuda! Médicos, terapeutas e coaches podem ajudar você a ajustar a sua vida.

 

P.s.3 – SEMPRE que estiver carregando seu filho de qualquer idade no banco de trás:

– mantenha contato visual mesmo que ele esteja dormindo;

– coloque música infantil para criar uma âncora mental que associará a música à presença de seu filho no carro;

– deixe sua bolsa, carteira ou celular no banco de trás para que ao sair do carro seja necessário abrir a porta de trás (isso pode tornar-se um hábito mesmo sem os filhos no carro);

– converse com seu filho sobre qualquer coisa, mesmo que seja um bebê ou esteja dormindo…ele sempre vai te escutar!