ANDARILHO

  Sou um quase nada Perdido no mundo Num resto de tudo Já fui favelado Morto moribundo. Pouco vivido Escasso lembrado Quase esquecido. Tempo empenhado Ganho minguado Mais que falido. Magro amado Amor desnutrido Sorriso gelado Coração partido.           Nilton Cabeça